Paradas de sucesso, tiragem de cópias vendidas, 400 shows por ano, megaproduções.

Isso não tem nada haver com arte, e sim com produção de riqueza. Com a industrial cultural surgiu uma nova industria, que não estou aqui para julgar, pois ela precisa sobreviver e faz muitos músicos sobreviverem.

Podemos encontrar arte dentro da industria cultural, mas dentro dessa industria nem tudo é arte. Como em toda produção de riqueza podemos encontrar muita exploração comercial, de pessoas, ideias.

Como a finalidade da industria não é produzir arte, mas utilizar da arte para produzir riqueza, muitas pessoas ficam confusas e acabam dizendo que não existe mais “música boa”.

Dentro dessa realidade o artista que se nega a participar da industria cultural sofre por não encontrar espaço para produzir sua arte. E começa a perceber que o gosto das pessoas são manipulados pela massificação que os meios encontram de divulgar essa industria.

Nisso cria-se um abismo entre quem produz arte, dos que estão inseridos na industria cultural. Esse distanciamento produz preconceitos e não ajuda muito o desenvolvimento dos artistas.

Outra confusão, é que música comercial não está relacionada a somente.

Anúncios